O que é a agricultura comercial e por que vem crescendo?

agricultura comercial

Você sabe o que é agricultura comercial e como o modelo se diferencia de outros tipos de práticas agrícolas? Geralmente, a produção das culturas é realizada em grandes extensões de terra, sendo que os cultivos são voltados para o abastecimento do mercado externo.

Assim, devido à mecanização e à presença cada vez mais imponente da tecnologia na Agronomia, é possível obter melhores rendimentos e aumentar, com isso, a produtividade. Nesse sentido, o ramo no Brasil tem representado excelentes oportunidades de emprego para quem deseja se qualificar, atendendo à crescente demanda do mercado de trabalho.

Para isso, continue acompanhando e entenda quais são as vantagens da agricultura comercial e, ainda, quais são os principais fatores responsáveis por seu crescimento no país. Confira a seguir!

O que é a agricultura comercial?

A agricultura é, atualmente, a principal base da economia brasileira, e sua produção é voltada para monoculturas e, também, para tipos de culturas diversificadas. Sendo assim, a agricultura comercial faz parte do setor primário, ou seja, onde há o cultivo e a colheita da terra para fins de subsistência, de exportação e de comércio.

Uma das principais características da agricultura comercial é a presença de máquinas no campo, responsáveis por beneficiar as matérias-primas e transformá-las em produtos com maior valor agregado. Do mesmo modo, o uso da tecnologia de ponta, a mão de obra especializada, as sementes e os agrotóxicos também são parte imprescindível desse tipo de prática agrícola.

Para ter uma ideia da dimensão e da importância do setor, um levantamento da Embrapa revelou que o Brasil vem ocupando a posição de maior produtor e exportador de café, milho, soja, cana-de-açúcar e suco de laranja em todo o mundo, liderando também o ranking das vendas externas do setor pecuário, como carne bovina e de frango.

Quais são as diferenças entre agricultura comercial e familiar?

A agricultura familiar, diferentemente da agricultura comercial, utiliza técnicas mais rudimentares e tradicionais, no geral, sem grandes aparatos tecnológicos. Assim, a mecanização, o uso de adubos químicos, de fertilizantes e de pesticidas são evitados ao máximo nas plantações, que produzem culturas alimentares de forma a ter mais cuidado com o meio ambiente.

A prática pode ser associada, sobretudo, à gestão de negócios familiares. Isso porque uma das principais características da modalidade é que a mão de obra utilizada vem do próprio núcleo familiar. Desse modo, os terrenos são menores, e a produção, mais diversificada.

De acordo com dados da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), a agricultura familiar representa cerca de 80% da produção mundial de alimentos, sendo de extrema importância para a economia.

Portanto, mais de 90% das 570 milhões de propriedades agrícolas em todo o mundo são administradas por famílias ou por indivíduos que dependem, principalmente, da mão de obra familiar.

Qual o fator responsável pelo aumento da agricultura comercial?

De forma geral, as novas tecnologias são as grandes responsáveis pelo aumento da agricultura comercial, tendo em vista que elas contribuem para a produtividade em geral. O crescente investimento em maquinário agrícola e o avanço tecnológico, portanto, são fatores que explicam o aumento da participação do Brasil no contexto do agronegócio mundial.

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), por exemplo, prevê que o PIB do agronegócio deve crescer 3% em 2020, o que pode aumentar a possibilidade de financiamento privado para o setor no país, além de possibilitar maior atuação no cenário internacional.

A tecnologia agrícola, assim, pode incluir o uso de sensores, de máquinas e de sistemas integrados, tudo com o intuito de ter maior controle sobre a produção. Os drones também são extremamente úteis para o aumento da eficiência, uma vez que conseguem medir a temperatura, a umidade e, ainda, obter imagens aéreas das plantações, garantindo maior segurança nas operações como um todo.

Assim, as novas tecnologias surgem justamente para atender às demandas do setor agrícola, com o objetivo de alcançar resultados mais favoráveis e aumentar significativamente a produção.

Quais são os benefícios desse aumento para o Brasil?

Atualmente, espera-se que a recuperação econômica no Brasil seja resolvida, em parte, pela atuação do agronegócio, trazendo mais oportunidades de exportação e de investimentos, além de emprego e de renda para a população. O desafio, com isso, é contribuir no crescimento da produção de alimentos e, ao mesmo tempo, fortalecer a modalidade no país.

Com o uso da tecnologia, ainda, é possível economizar recursos, como o consumo de água, de fertilizantes e de pesticidas, proporcionando aumento do lucro e redução no valor dos produtos. Do mesmo modo, os colaboradores podem contar com mais segurança para desempenhar suas funções, pois as tecnologias reduzem significativamente a probabilidade de erros e de falhas.

Sendo assim, tem-se maior eficiência e confiabilidade nas plantações, sobretudo porque o monitoramento de todo o campo e a gestão dos recursos utilizados são feitos de maneira instantânea.

Como se qualificar para atuar na área?

O setor agrícola oferece boas oportunidades de emprego para profissionais atentos às tendências. No entanto, para adquirir os conhecimentos e as técnicas necessárias para o trabalho, é fundamental buscar por qualificação. Para isso, a melhor opção é fazer uma graduação em algum curso relacionado à área, como Agronomia ou Medicina Veterinária.

Aqui na Uniderp, você encontra excelentes opções de cursos de nível superior relacionados à agricultura comercial. Nosso sistema de ensino prepara os graduandos para entender as particularidades da profissão, de maneira prática e eficiente, sempre por meio de casos reais do cotidiano de trabalho. Nosso maior objetivo, com isso, é oferecer uma formação acadêmica que contribua, de fato, para o seu ingresso no mercado e o seu aperfeiçoamento profissional.

A agricultura comercial é, sem dúvidas, uma forma eficaz de adquirir o máximo da performance das plantações, sempre considerando a qualidade e o aumento da produtividade. Assim, se você deseja conseguir um emprego no setor e aproveitar as excelentes oportunidades que a formação acadêmica oferece, lembre-se de buscar por uma instituição de ensino de qualidade e de excelência para iniciar os seus estudos.

Gostou do conteúdo? Quer ter a garantia de que está tomando uma ótima decisão para o seu futuro? Então, aproveite a visita e saiba também como escolher a melhor faculdade no Mato Grosso do Sul!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.5 / 5. Número de votos: 8

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

bolsas enem
cursos uniderp

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content