6 motivos para fazer uma segunda graduação

mulher pensando em segunda graduação

Você já percebeu como o mercado de trabalho está se transformando? Em razão da tecnologia ter tomado conta de nossas vidas, a chamada era digital fez surgirem profissões nunca antes pensadas, enquanto áreas tradicionais vêm se reinventando ou simplesmente desaparecendo.

Nesse sentido, se você deseja ter possibilidades reais de atuação em um futuro próximo, não pode esperar mais para incrementar seu currículo. Caso você já tenha um diploma de ensino superior, saiba que uma segunda graduação pode ampliar seus horizontes profissionais ou mesmo levar você a dar outro rumo para sua carreira.

Além disso, fazer uma segunda faculdade permite agregar conhecimentos à sua área de atuação, o que oferece maior versatilidade — especialmente em um momento em que há profissões que estão fugindo da sua realidade.

Então, este post veio para explicar a importância de ter um segundo diploma, apresentando os 6 motivos para investir em uma segunda graduação:

  1. aprofundamento na área de atuação;
  2. atualização de competências;
  3. mudança de carreira;
  4. atender a uma demanda específica de mercado;
  5. especializar-se em áreas correlatas;
  6. realização pessoal.

Ainda não entendeu? Confira, a seguir, os detalhes de cada uma dessas vantagens!

1. Aprofundamento na área de atuação

Ao optar por uma segunda graduação, você tem a oportunidade de unir os novos conhecimentos aos que já adquiriu na sua área de atuação. Como vem sendo cada vez comum que as empresas utilizem como estratégia de projetos a presença de equipes multidisciplinares, ou seja, times montados com profissionais de diferentes áreas, seu currículo certamente ficará ainda mais valorizado ao aprofundar seus conhecimentos por meio de uma segunda faculdade.

As melhores empresas estão em uma busca incansável por talentos diferenciados e, sem dúvida, conquistar uma formação mais abrangente e aprofundada em conhecimentos correlatos vai colocar você à frente da concorrência.

2. Atualização de competências

A segunda graduação também pode ser encarada como uma etapa do que se chama de processo de educação continuada. Em palavras mais simples, isso significa que você deve ter um planejamento em sua carreira, de maneira que você não pare de estudar. Existem várias formas de encarar a educação continuada, entre elas a atualização de suas competências profissionais por meio da conquista de um segundo diploma.

Em alguns casos, a decisão por incluir uma segunda graduação como forma de atualização profissional pode decorrer da área que você acabou escolhendo para iniciar sua carreira, e alguns conhecimentos importantes serão mais facilmente conquistados por meio de outra faculdade.

Um bom exemplo são profissionais formados em Pedagogia. De acordo com o tipo de trabalho educacional desenvolvido, uma segunda Licenciatura pode ser necessária para que eles possam ampliar sua atuação no mercado onde atuam, seja dando aula, seja coordenando instituições de ensino.

3. Mudança de carreira

Optar por uma nova graduação também é resultado da decisão de tomar novos rumos profissionais. Os motivos para alguém optar pela mudança de carreira são vários, e podem ir desde a simples frustração por estar fazendo algo com o qual não se tem identificação até uma visão empreendedora e o desejo de apostar em áreas com espaço de crescimento profissional.

Independentemente de qual seja a razão para alguém decidir trocar de profissão, para que um novo caminho de sucesso profissional seja trilhado, é fundamental ter uma boa bagagem de conhecimento, o que explica a relevância de fazer uma segunda faculdade. Afinal, trata-se de uma mudança radical e que pode exigir aquisição de conhecimentos completamente diferentes dos conquistados até aqui.

4. Atender a uma demanda específica de mercado

Você se lembra quando falamos acima sobre a existência de equipes multiprofissionais nas empresas? Pois bem, assim como existem demandas específicas do ambiente corporativo para atendimento às necessidades dos clientes, o mercado de trabalho também apresenta todos os dias novas demandas, algumas delas dentro de uma mesma área de atuação.

Para que fique mais claro o que queremos dizer, digamos que você tenha se formado em Engenharia Civil. Porém, você percebeu que existe uma carência de profissionais para trabalhar na área de Marketing Digital de empresas do seu nicho exatamente em sua região. Logo, essa pode ser uma segunda graduação que possibilita você unir os conhecimentos do mercado da Engenharia aos do Marketing e, dessa forma, se tornar um profissional que pode ser imediatamente aproveitado por empresas próximas de você.

5. Especializar-se em áreas correlatas

Ainda comentando a respeito da chamada educação continuada, a segunda graduação é uma oportunidade de você continuar na mesma carreira e agregar conhecimento em áreas correlatas. Um exemplo disso são os profissionais de Comunicação Social, como é o caso do Jornalismo. Para conquistar uma formação mais abrangente, além de cursos de pós-graduação também é possível investir em uma segunda faculdade, como Publicidade e Propaganda.

Assim, esse profissional se torna mais preparado para encarar as demandas do mercado e conquista uma formação diferenciada, que certamente despertará maior interesse das empresas.

6. Realização pessoal

A segunda graduação não precisa, necessariamente, ser resultado de uma visão de mercado ou necessidade de trabalho. Ela também pode nascer de um desejo pessoal de conquistar o segundo diploma em outra área — que pode ser completamente diferente na sua carreira principal.

Não são raros os casos de pessoas que escolhem cursar uma segunda faculdade pelo simples fato de buscarem prazer em estudar algo que lhes é de grande interesse e, assim, aumentar sua autorrealização.

Porém, isso não significa que será um mero hobby. Até mesmo algumas profissões tidas como completamente diferentes podem, em algum momento, cruzar conhecimentos. Sendo assim, estudar por mera satisfação pessoal pode render bons frutos profissionais!

Bem, mais uma volta às aulas chegou, então, é hora de você planejar os próximos passos em sua carreira. Como pôde perceber, fazer uma segunda graduação não quer dizer que você necessariamente precisa se manter na mesma área. A escolha do curso, na verdade, depende de seus objetivos e interesses. Uma boa notícia para quem já tem um diploma de graduação é que nem sempre é preciso prestar vestibular novamente.

De acordo com a área escolhida e as políticas de cada instituição de ensino, a obtenção de um novo título de graduação pode ser bem mais simples do que se imagina ― especialmente em áreas com menor concorrência ou exigências específicas. Então, escolha a melhor faculdade para você se informe sobre como é o processo para quem for fazer uma segunda graduação.

Aqui na Uniderp, você tem acesso a inúmeros cursos das grandes áreas, como Administração, Biomedicina, Publicidade e Propaganda e Engenharia Ambiental. Assim, você pode escolher o curso que mais combina com o que espera do seu futuro! Em todos eles, você terá a melhor infraestrutura e contará com docentes qualificados compartilharem os conhecimentos práticos e teóricos necessários!

Interessou-se em voltar para a faculdade e realizar um novo curso de graduação? Entre em contato conosco e veja como é o processo para segunda graduação na Uniderp!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

bolsas enem
cursos uniderp

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content