6 dicas arrasar no vestibular em Campo Grande

6dicasarrasarnovestibularemcampogrande

Embora tenha perfil de grandes metrópoles, a capital do Mato Grosso do Sul apresenta muitas características de cidades do interior. Seu ar pacato atrai pessoas de várias regiões, incluindo profissionais das mais diversas áreas, para fazer turismo ou estabelecer moradia.

Cursos como Arquitetura e Urbanismo, Medicina Veterinária e Direito estão entre os mais procurados por quem pretende prestar vestibular aqui em Campo Grande. Se você também tem interesse em realizar esse tipo de prova, saiba que existem diversas formas de se preparar.

É claro que todo exame gera algum nível de tensão, principalmente quando representa a principal porta de acesso ao ensino superior. Nesses casos, é importante buscar dicas que ajudem a manter a calma e tragam a segurança necessária para uma trajetória de sucesso.

Que tal começar esse processo com a gente? Listamos 6 passos importantes para todo candidato que deseja bons resultados. Para saber quais são e como arrasar no dia da avaliação, é só acompanhar o post!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

1. Elabore um planejamento

Toda conquista passa pela fase do planejamento, seja ele simples, seja ele complexo. Quando o objetivo é atingir uma boa nota no vestibular, nada pode ser melhor que a montagem de um cronograma para organizar a rotina. Essa prática é fundamental para evitar o esgotamento comum na véspera da prova, além de garantir que todos os conteúdos importantes possam ser revisados.

Seu planejamento pode ser estabelecido da seguinte forma.

Monte um plano de estudos

Essa ferramenta nada mais é que um painel físico ou digital para detalhar sua rotina. Você pode criar um plano em um caderno, em uma planilha de computador ou até em aplicativos de celular. Escolha o recurso mais adequado e comece a distribuir suas tarefas em diferentes dias e horários.

O ideal é conferir quais matérias demandam um reforço maior. Se você tem mais dificuldades com determinado assunto, por exemplo, o ideal é incluí-lo mais vezes no cronograma, a fim de estudá-lo com frequência e obter domínio do tema.

Teste novos métodos de aprendizado

O planejamento é o momento ideal para experimentar outras formas de aprender. Tenha em mente que o método ideal para algumas pessoas pode não ser o melhor para você, e vice-versa. Por isso, vale a pena explorar novas possibilidades e, quem sabe, descobrir uma técnica que possa potencializar seus estudos.

Mais que fazer a tradicional leitura de livros e apostilas, é possível conferir conteúdos em formato de vídeos e podcasts. Uma alternativa é pesquisar truques de memorização para lembrar de conceitos e fórmulas importantes. Itens como os mapas mentais são ótimas ferramentas para gravar dados (letras ou números).

Mantenha hábitos saudáveis

Outra prática que merece atenção durante o planejamento é a manutenção de uma rotina equilibrada — dieta variada, atividades físicas, sono adequado etc. Afinal, precisamos de um corpo forte e de uma mente sadia para realizar qualquer tarefa com êxito.

Se o seu organismo não descansa o suficiente ou não recebe os nutrientes necessários para manter o bom funcionamento dos órgãos, dificilmente terá energia de sobra para aplicar aos estudos. Por esse motivo, é crucial adotar hábitos saudáveis e torná-los constantes em sua vida.

Procure conciliar os momentos de lazer, o tempo de sono e os períodos dedicados à obtenção de aprendizados. Em outras palavras, inclua pequenas pausas entre as leituras e a resolução de exercícios, a fim de ter tempo para relaxar e se divertir. Assim, retornará aos estudos mais motivado e com disposição.

Com relação aos alimentos, priorize aqueles que fornecem grande quantidade de vitaminas e minerais, a exemplo das frutas e das verduras in natura. Ao ingerir refeições de qualidade, suas chances de ficar doente nos dias que antecedem a prova serão muito baixas.

2. Pesquise sobre provas anteriores

Você já conhece o estilo do exame de vestibular em Campo Grande? Pois se o foco está nas instituições localizadas na cidade, o ideal é se basear na estrutura das avaliações que foram aplicadas no passado. Ao conferir tais documentos, é possível ter uma noção sobre os conteúdos que costumam ser cobrados dos candidatos.

Os cadernos de prova costumam ser disponibilizados nos próprios sites das instituições de ensino. Procure explorar essas páginas e, se não encontrar os arquivos, entre em contato com algum representante. O mais legal é que, geralmente, são colocados os gabaritos dos três últimos anos de vestibular.

Quanto mais opções de materiais você encontrar para analisar, mais chances terá de compreender o estilo das provas e se preparar para elas. Veja abaixo o que fazer com os cadernos anteriores em mãos.

Avalie todas as questões

Reserve um momento tranquilo para conferir questão por questão. Com base nessa análise, tente identificar os temas que predominam na prova e quais exercícios aparecem com mais frequência — múltipla escolha, verdadeiro/falso, correspondência, preenchimento de lacunas, resposta curta etc.

Observar cada detalhe permitirá verificar o enfoque das provas aplicadas pela instituição de seu interesse. É claro que muitos aspectos podem mudar com o passar do tempo. Portanto, utilize os exames anteriores apenas como ponto de partida para entender quais itens devem ser revistos com maior cuidado.

Teste seus conhecimentos

Não perca a oportunidade de testar seu nível de conhecimento sobre as questões apresentadas. Para isso, mantenha os gabaritos guardados e resolva todo o conteúdo das provas anteriores. Esse exercício funciona como os conhecidos simulados e pode ser um indicativo de sua performance.

Se quiser, aproveite o momento para replicar um dia do exame e descobrir quanto tempo costuma gastar na resolução. Assim, poderá fazer adaptações para melhorar sua capacidade de interpretar e de responder às questões em um período menor.

Nesse caso, o ideal é reproduzir a mesma situação existente no vestibular. Ou seja, faça uma prova por dia, de preferência em um lugar silencioso e sem distrações. Uma boa opção é o seu próprio quarto, já que poderá manter a porta fechada e evitar a interferência de outras pessoas.

Procure sair do cômodo apenas quando terminar as questões. Vale deixar uma garrafa de água e algum lanche por perto para evitar as escapadas até a cozinha. Quando finalizar, compare as respostas com o gabarito e reflita sobre o seu desempenho.

3. Treine a sua redação

Não adianta arrasar nas questões gerais e fazer a redação de qualquer jeito, certo? Se você deseja uma nota alta, certifique-se de que as boas práticas também estejam voltadas a essa importante parte do vestibular.

Alguns truques podem ajudar a melhorar sua escrita e a capacidade de transmitir ideias, mas nada substitui o treino constante. Então, não deixe para explorar essa habilidade na última hora.

Cabe destacar que diversos fatores são considerados pelos avaliadores que corrigem as redações. Ou seja, não basta produzir um texto alinhado à proposta, é preciso que ele fique redondinho e livre de erros comuns.

Confira os principais passos para desenvolver uma redação de qualidade.

Capriche na legibilidade

Uma letra bonita sempre trabalhará a seu favor, contando que possa ser compreendida por outros leitores. O problema é que nem sempre percebemos que algo está errado, já que acostumamos com nossa forma de representar palavras e números.

Uma boa estratégia para descobrir se sua escrita facilita a leitura é pedir que diferentes pessoas analisem os textos feitos à mão. Se alguém encontrar dificuldade para entender determinado trecho, compensa investir na prática da caligrafia.

Aprimorar essa habilidade fará com que sua redação fique mais atrativa aos olhos dos avaliadores. Afinal, eles não terão dificuldade para interpretar suas ideias e poderão focar apenas o que é essencial: o conteúdo.

Respeite as margens e os parágrafos

Embora muitos cadernos de provas tenham espaços bem delimitados, muitas pessoas tendem a ignorar essas marcações na hora de produzir seus textos. Evite fazer isso, já que tal atitude demonstra desorganização e falta de planejamento ao distribuir suas ideias.

Passar do limite das margens também faz com que as letras fiquem espremidas nas extremidades das linhas, o que pode prejudicar a leitura. Portanto, mantenha as letras no tamanho adequado e calcule bem o espaço disponível para produzir sua redação.

Outro ponto que merece atenção é o parágrafo, visto que contribui para a organização e a compreensão do texto. Lembre-se das orientações recebidas no tempo da escola e deixe um espaço considerável no início de cada bloco de palavras.

Tome cuidado com termos repetidos

Todos temos manias ao escrever, e algumas delas incluem a repetição de palavras. O problema de replicar um termo várias vezes está no risco de tornar a leitura cansativa. Além disso, usar sempre as mesmas expressões pode passar a impressão de que você não tem um bom domínio da língua portuguesa.

Caso sofra com esse problema, uma boa dica é sempre ter um dicionário de sinônimos por perto. É possível encontrar a ferramenta na internet e usá-la toda vez que estiver produzindo uma redação. Assim, fica mais fácil consultar termos parecidos que possam substituir aqueles comumente empregados.

É importante que você sempre faça o exercício de buscar novas palavras. Aos poucos, verá seu vocabulário aumentando para elaborar conteúdos impecáveis.

Revise quantas vezes precisar

Erros e trechos ambíguos tendem a passar despercebidos em uma primeira leitura. Então, sempre que você tiver tempo de sobra para uma segunda ou terceira correção do texto, aproveite! Dependendo da complexidade do assunto, pode ser necessária uma pausa antes de voltar os olhos para a redação.

A revisão deve ter como foco as falhas na acentuação, pontuação e ortografia. Também é importante que envolva uma leitura dinâmica (rápida) para identificar possíveis frases confusas. Tenha cuidado para que todos esses passos sejam realizados ainda no rascunho, a fim de evitar rasuras no texto final.

4. Fique de olho nas datas das provas

É normal que um pouco de ansiedade surja com a proximidade de realizar o vestibular aqui em Campo Grande. Ainda assim, você pode amenizar essa sensação se deixar tudo pronto com antecedência. Em outras palavras, é essencial conhecer as datas e os horários das provas, bem como o prazo limite para a inscrição.

Veja como se preparar para encarar esse período com mais tranquilidade.

Informe-se nos portais oficiais

A internet permite encontrar todo tipo de notícia com facilidade, seja em portais jornalísticos, seja nas publicações das redes sociais. O problema é que muitas dessas informações podem ser replicadas sem a devida conferência e, assim, chegar ao público-alvo pela metade.

Para tirar qualquer dúvida e evitar confusões, preste atenção às mensagens divulgadas pelas instituições que aplicarão as provas. É nos portais oficiais que você encontrará os dados corretos para anotar na agenda e se organizar.

Planeje o deslocamento até o local da prova

Com os dias e os horários das provas em mãos, comece a pensar em formas de se deslocar até o local do exame. Quem pretende prestar vestibular no Mato Grosso do Sul e mora em outro estado, por exemplo, deve planejar desde a hospedagem até o meio de transporte para chegar a Campo Grande.

É importante garantir a estadia em hotel, pousada ou na casa de parentes durante todos os dias do vestibular. Assim, se ele for realizado em um final de semana, o ideal é chegar no máximo na sexta-feira para ter tempo de descansar.

Outro cuidado para quem mora muito longe e não tem condições de viajar de carro é reservar as passagens (de ônibus ou aéreas) com antecedência. Dessa forma, evita-se preocupações excessivas em um momento tão importante.

Use as últimas horas para relaxar

Mergulhar nos livros e nos simulados na véspera do vestibular não fará com que você absorva um pouco mais de conteúdo. Pelo contrário, pode deixar você ainda mais nervoso e com a sensação de que não aprendeu o suficiente. Não se cobre ao extremo e pense que deu seu máximo durante a rotina de estudos.

Em vez de correr o risco de sofrer com estresse e dor de cabeça, aproveite as horas que antecedem o exame para relaxar: escute uma música que você gosta, jogue no celular, converse com pessoas queridas, faça uma caminhada, tome um banho quente.

Ter esse tempo para fazer algo que não exige tanto esforço manterá você inspirado e pronto para novos desafios. Então, esqueça as avaliações por alguns instantes e concentre-se em gastar energia para ter uma boa noite de sono.

Durma cedo no dia anterior

A última coisa que alguém pode querer em época de vestibular é chegar atrasado ao local da prova. Se você também tem medo de perder a hora, faça um esforço para dormir cedo no dia anterior. Após o jantar, vá preparando a cama e diminuindo as luzes para fazer com que o sono chegue mais rápido.

Também procure deixar tudo pronto para sair assim que acordar. Organize os documentos necessários para realizar a prova, deixe os materiais à vista e mantenha as roupas separadas. Dessa forma, não terá que correr para pegar cada item e poderá tomar seu café com calma.

5. Prepare-se também para o Enem

Além de realizar o vestibular em Campo Grande, você pode aproveitar a pontuação obtida no Exame Nacional do Ensino Médio para cursar a graduação. Muitas instituições, inclusive a Uniderp, aceitam a nota do Enem como forma de ingresso, em substituição à avaliação tradicional.

Portanto, se você fez Enem e teve um bom desempenho, consegue utilizar a pontuação para se candidatar a uma vaga no curso escolhido. Veja como isso acontece.

Programa Universidade para Todos (Prouni)

O programa oferece bolsas de estudo para quem ainda não têm diploma de nível superior e pretende cursar a graduação em instituições de ensino privadas. É voltado a estudantes que cumprem os seguintes critérios:

  • cursaram o ensino médio na rede pública ou em escola particular com bolsa integral;
  • têm renda familiar de até três salários mínimos por pessoa.

O candidato pode concorrer a bolsas de 50% ou 100%. Para participar, é preciso ter realizado o Enem do ano anterior e recebido o mínimo de 400 pontos na média de todas as notas.

Programa de Financiamento Estudantil (FIES)

Foi criado pelo Ministério da Educação (MEC) e permite a qualquer estudante ingressar em uma instituição de ensino superior que ofereça cursos de graduação não gratuitos. O financiamento pode ser de até 100%.

A faculdade escolhida deve ser reconhecida pelo MEC e apresentar conceito igual ou maior que 3 no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). Já o candidato precisa ter feito o Enem a partir da edição de 2010, obtido 450 pontos na média de todas as provas e nota superior a zero na redação.

Os critérios para a seleção dos estudantes têm a ver com a colocação. Assim, aqueles que tiverem os melhores resultados no Enem serão chamados primeiro. Também é exigido que a renda familiar esteja entre três e cinco salários mínimos.

Outros detalhes

Além do desempenho no Enem, algumas faculdades podem considerar outros detalhes na hora de aceitar o ingresso de um estudante. Informações complementares sobre o currículo são bons exemplos de itens que costumam ser avaliados no processo.

Em todo caso, se o seu objetivo é entrar apenas com a nota do Enem, prepare-se para obter a nota mínima exigida pelos programas. Se isso não for possível, você terá que realizar o vestibular normal da instituição.

6. Conheça as melhores faculdades

Existem muitas opções para quem quer prestar vestibular em Campo Grande. Se você tem certeza sobre a área que deseja estudar, o próximo passo é procurar a melhor instituição para transformar seu sonho em realidade.

Para dar início a essa etapa, lembre-se de verificar quais faculdades participam dos programas citados. Assim, terá a possibilidade de usar a nota do Enem ao ingressar na graduação escolhida.

Abaixo você confere outros passos que podem definir o lugar ideal para a sua formação.

Pesquise sobre a instituição

Boas faculdades contam com variedade de Licenciaturas, Bacharelados e cursos tecnólogos. Além disso, dependendo da área escolhida, você pode estender o tempo de estudo investindo em uma especialização, MBA, mestrado ou doutorado fornecidos pela instituição.

No site oficial, é possível encontrar informações relacionadas aos cursos e outros pontos relevantes sobre a unidade. Vale conferir dados sobre a estrutura, os tipos de ambientes (salas, laboratórios, bibliotecas, áreas comuns etc.), o corpo docente e outros detalhes que ajudem a tomar uma decisão.

Verifique as modalidades disponíveis

Estudar a distância é uma possibilidade extremamente vantajosa a determinados grupos. Para quem é de outra região e tem interesse em uma faculdade de Campo Grande, por exemplo, a modalidade EAD se torna a melhor opção.

Portanto, observe os formatos de curso presentes na instituição que você está avaliando. Confira se a graduação desejada está disponível na modalidade que mais tem a ver com o seu perfil e suas necessidades.

Aqui na Uniderp, temos opções de graduação presencial, semipresencial e a distância, além de uma quarta modalidade, chamada FLEX. Trata-se de uma opção que combina a infraestrutura dos cursos presenciais à flexibilidade do modelo EAD. Nesse tipo de graduação, o estudante frequenta a unidade de ensino duas ou três vezes a cada semana.

Observe se há parcerias e convênios

Outro ponto a considerar na escolha da faculdade é a existência de convênios para atividades acadêmicas. Muitas instituições mantêm parcerias com empresas nacionais e internacionais, de diversos ramos, a fim de garantir que os estudantes tenham acesso a experiências de qualidade.

Em alguns locais, essas relações facilitam a obtenção de estágios que preparam os alunos para o mercado de trabalho. Trata-se de um diferencial e tanto para quem quer ter a chance de aplicar os conhecimentos obtidos em sala e preparar o caminho para o início da carreira.

Mostramos, portanto, que são vários os aspectos envolvidos na seleção da faculdade ideal. Cabe a você avaliar cada um para decidir sobre a instituição e, a partir disso, planejar a trajetória até o vestibular. Faça a escolha com cuidado para começar seu caminho sem dúvidas e incertezas.

A Uniderp está localizada na capital do Mato Grosso do Sul e concentra muitos dos diferenciais apresentados. Por esse motivo, pode ser a alternativa ideal para uma formação completa e focada na área que você deseja.

Esperamos que as dicas ajudem nessa importante fase da sua vida e gerem resultados positivos. Não deixe de guardá-las para consultar assim que decidir sobre o vestibular que quer prestar em Campo Grande. Depois, é só comemorar cada conquista voltada à construção do seu futuro profissional.

Ficou com alguma dúvida ou conhece outra dica que poderia aparecer no post? Deixe um comentário!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

pep

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.