Procurando bolsa em Agronomia? Conheça as principais opções

bolsa em agronomia

Muitos estudantes procuram maneiras de obter uma bolsa em Agronomia. Com o crescimento do agronegócio, o segmento oferece algumas das melhores oportunidades de emprego, com boas remunerações e planos de carreira. Logo, essa é uma excelente opção para seguir como profissão!

Se você está entre os interessados, a gratuidade é o caminho para estudar nas mesmas condições e competir em pé de igualdade com quem pode arcar com as mensalidades da graduação. E a boa notícia é que, atualmente, existem inúmeras opções — que podem gerar benefícios totais ou parciais, facilitando o acesso ao ensino superior.

Logo abaixo, levantamos essas opções para você conhecer os requisitos e identificar quais são as alternativas mais viáveis. Continue a leitura para obter informações relevantes e ficar mais próximo de fazer a faculdade de Agronomia!

Como está o mercado de Agronomia no Brasil?

Confira, a seguir, os principais pontos que têm marcado o mercado de Agronomia no Brasil!

Retomada do crescimento econômico

A economia nacional está retomando o crescimento, especialmente após o terceiro trimestre de 2019. O último relatório de 2019 do IPEA destaca a queda ainda que lenta do desemprego, expansão do crédito das famílias e empresas, inflação controlada e redução da taxa de juros como pontos positivos.

Agropecuária em destaque

Nesse contexto, a agropecuária tem a melhor perspectiva para 2020, com previsão de crescer 3,8%. Ademais, em 2019, o PIB do setor, indicador utilizado para mensurar a atividade econômica, cresceu 0,8%, especialmente por causa dos resultados positivos na pecuária e na produção de milho e algodão (pág.18).

Em outro estudo recente do órgão, vemos que o setor passou a representar cerca de 27% de toda a economia brasileira e 40% das exportações em 2018 (pág.11). Essa representatividade é causada pela aplicação da tecnologia na Agronomia, contribuindo para o PIB e a geração de empregos, bem como tendo efeitos no saldo de importações e exportações (pág. 109).

Em matéria da Revista Globo Rural, a ascensão do agronegócio no Brasil é avaliada de maneira bastante positiva com a perspectiva de um crescimento excepcional em 2020, graças ao cenário internacional, a melhoria da comunicação no setor e a espera de uma Reforma Tributária.

Avanços em relação ao emprego

Em relação ao emprego, os números do Ministério do Trabalho mostram um crescimento de 0,92% no saldo, com 14.366 postos acima do total de demissões. No Mato Grosso do Sul (MS), o crescimento foi de 0,77, com uma diferença positiva de 537 entre admissões e demissões.

Importância da qualificação profissional

O segmento, portanto, está bastante aquecido. Com a retomada da economia, será natural existirem boas oportunidades de emprego, trabalho autônomo e empreendedorismo — e quem estiver qualificado pode obter um rápido retorno sobre os investimentos em educação.

Lembre-se de que uma das características do agronegócio brasileiro é o investimento em tecnologia e conhecimento. Consequentemente, os graduados em Agronomia terão boas oportunidades, pois detém as competências técnicas exigidas para atuar nesse cenário, mantendo e aumentando a produtividade do setor.

Para isso, no entanto, é preciso investir em uma formação de qualidade e em uma instituição de ensino com boa reputação no mercado. Afinal, sem um currículo que transmita confiança para os empregadores, fica difícil conquistar as primeiras oportunidades e adquirir experiência profissional.

Quem não tem dinheiro para pagar total ou parcialmente a faculdade de Agronomia deve priorizar uma bolsa de estudos. Isto é, não há motivos para desistir se esse for o seu caso: existem inúmeras opções que podem atender às suas necessidades financeiras.

O que faz um agrônomo?

O profissional tem um vasto número de oportunidades em diversas áreas, como gestão de negócios rurais, produção animal e vegetal, manufatura de alimentos, indústria de equipamentos e insumos, gestão de sustentabilidade e pesquisa acadêmica.

Isso ocorre porque os conhecimentos obtidos na graduação compreendem a cadeia de valor por completo. Do fornecedor dos insumos agrícolas até o responsável pela venda dos alimentos para o consumidor final, todos podem contar com os serviços para melhorar a produtividade e desempenho.

Igualmente, o Agrônomo tem competências que podem ser úteis tanto para negócios rurais como para atividades que interajam com o segmento. Por exemplo, um banco pode contratar o profissional para cuidar do crédito rural, uma indústria para desenvolver equipamentos para o campo e assim por diante.

Nesse sentido, a formação abrange os fatores que influenciam nessa cadeia de valor, com estudo de Física, Química e Biologia. Ademais, o profissional terá um domínio da Matemática e de Administração, bem como dos métodos e tecnologias de cultivo e produção agropecuários.

Na prática, sem esquecer das demais possibilidades, o agrônomo é quem vai indicar o caminho para extrair o máximo de uma propriedade rural, com sustentabilidade. Não à toa, a presença desse profissional é muito comum nas grandes empresas do setor, em órgãos públicos, nas cooperativas e no auxílio ao pequeno produtor rural, sem contar os empregos no exterior.

Se quiser conhecer a graduação em detalhes, acesse a página do curso de Agronomia da Uniderp! Lá constam as disciplinas, áreas de atuação, perfil profissional e demais informações para tirar todas as suas dúvidas.

Quanto custa um curso de Agronomia?

Segundo o mapa da educação superior de 2018, os cursos de Agronomia têm uma mensalidade de R$1.357,00, em média, na modalidade presencial.  Vale ressaltar que, na Uniderp, as condições são mais favoráveis do que a média, de modo que sua graduação terá um excelente custo-benefício.

Nesse sentido, o investimento é intermediário, sendo um pouco superior às ciências Humanas e menor do que as áreas de Saúde. Afinal, existe a necessidade de montar uma grande infraestrutura e adquirir tecnologia para as aulas práticas, relacionadas às técnicas de cultivo, produção e gestão.

Por outro lado, o graduado tem um grande retorno do investimento. O portal Salário.com.br, que realiza pesquisas com base no CAGED, indica o salário médio acima de R$7.500,00 para o profissional da área, no período de maio a dezembro de 2019.

É possível conseguir uma bolsa para estudar Agronomia em uma faculdade particular?

Caso você não tenha condições de arcar com a mensalidade, não desanime! As bolsas em Agronomia são uma alternativa para aproveitar esse mercado aquecido e conquistar uma boa remuneração, fazendo parte do dia a dia de muitos estudantes.

Para se ter uma ideia, segundo o Censo da Educação Superior de 2018, cerca 48,6% dos matriculados nas faculdades privadas têm algum benefício. Além disso, a participação dos benefícios dobrou de 2009 para cá. Logo, você também tem boas chances de obter uma gratuidade durante a graduação.

O primeiro caminho para conquistar um benefício é o Enem. Além de concorrer ao Prouni em Agronomia, com o boletim, você pode substituir o vestibular e conquistar até 100% do valor da graduação na Uniderp. Também é possível pleitear o FIES, que é um financiamento estudantil, com as parcelas pagas apenas depois de formado.

Por fim, existem os benefícios oferecidos diretamente pela instituição de ensino e as bolsas que decorrem de parceiras, como convênios empresariais. Nesse caso, o Enem não é necessário, sendo preciso verificar, caso a caso, quais são as condições previstas.

Em todas as situações apontadas, você pode buscar uma opção de bolsa ou crédito estudantil na Uniderp. Assim, terá acesso à mesma qualidade oferecida aos demais alunos, bem como a oportunidade de conquistar um diploma com mais de 45 anos de tradição no Mato Grosso do Sul.

Com a bolsa, você também terá os benefícios exclusivos da graduação, como apoio personalizado durante a formação e acesso ao canal Conecta. Esse portal de empregabilidade oferece vagas de emprego e estágio, matérias educativas, testes comportamentais e ferramentas para montar currículos.

Quais são as opções de bolsa em Agronomia?

Para ajudar você a encontrar a melhor opção, listamos as principais bolsas de estudos em Agronomia. Confira os requisitos e não deixe de pesquisar mais sobre as oportunidades para aumentar suas chances. Vamos lá?

Prouni

O Programa Universidade para Todos é uma iniciativa do Governo Federal. Com ele, você pode obter bolsas de 100% ou de 50%, desde que preencha os requisitos mínimos e seja selecionado no processo online. Os critérios são os seguintes:

  • nota mínima de 450 pontos na prova do Enem;
  • nota acima de zero na redação;
  • ter cursado o ensino médio em escola pública ou como bolsista na particular;
  • não ter diploma de nível superior.

Se você preenche esses critérios, será possível concorrer às duas modalidades desse benefício:

  • bolsa de 100% para renda de até 1,5 salário mínimo por membro do grupo familiar;
  • bolsa de 50% para renda de até 3 salários mínimos por membro do grupo familiar.

A seleção online é feita pelo site do Prouni. Inicialmente, as inscrições são abertas para quem realizou o exame mais recente. Depois disso, se houver vagas remanescentes, ou seja, não preenchidas no processo regular, todas as provas a partir de 2010 são válidas.

Outra questão importante é a nota de corte. O sistema estabelece um desempenho mínimo para cada uma das vagas, de acordo com a concorrência. Uma dica é atualizar a inscrição após o segundo dia, quando o piso de cada faculdade já foi estabelecido.

Por fim, é importante destacar que, embora só seja válido para faculdades pagas, o Prouni é um benefício não reembolsável. Isto é, você não precisa devolver nenhum valor depois de concluir a graduação. Consequentemente, é um dos incentivos mais desejados pelos estudantes.

Cotas

O Prouni conta com um sistema de reserva de vagas para pessoas com deficiência e quem se declarar negro, pardo ou indígena. Nesse caso, a pessoa concorre tanto às oportunidades exclusivas quanto ao processo seletivo regular.

A consequência prática é que a nota de corte será, via de regra, mais baixa nas vagas reservadas. Logo, se você preenche os critérios, as chances de ser selecionado aumentam consideravelmente.

Substituição do vestibular

No caso da Uniderp, você também pode obter uma bolsa usando a nota do Enem. Para isso, é preciso fazer a inscrição na faculdade na modalidade de substituição do vestibular pelo exame, e o benefício é proporcional ao seu desempenho, podendo chegar a 100%.

A vantagem desse modelo é que mesmo quem não alcançaria a nota de corte do Prouni consegue um bom desconto para fazer a faculdade. Assim, com valores ainda mais acessíveis, fica fácil obter um crédito ou, até mesmo, organizar as finanças para pagar o curso, caso o benefício não seja integral.

Outro ponto é que, diferentemente do Prouni, o número de vagas é bastante superior. Assim, normalmente, se você preenche os requisitos para conquistar a bolsa, o fato de outra pessoa ter tirado uma nota mais alta não afetará as suas chances.

Também é importante mencionar que a graduação é realizada na unidade Uniderp Agrárias, localizada próxima ao centro de Campo Grande (MS). Logo, se você trabalha ou mora na capital, será mais fácil otimizar as despesas com deslocamento, além de a localidade atender às regiões próximas. Fique à vontade para conhecer o campus!

FIES

Uma alternativa para completar ou substituir as bolsas é o financiamento estudantil. Trata-se de um sistema em que você estuda com gratuidade total ou parcial, mas deve restituir os valores depois de concluir a faculdade, mediante parcelamento. Assim, o que chamamos de bolsa do FIES verdadeiramente é uma modalidade de crédito.

Atualmente, esse financiamento depende do Enem. Para isso, é necessário ter feito o exame nos últimos 3 anos e não zerar a redação. Com isso, é possível concorrer às vagas disponibilizadas no sistema unificado de seleção, via site do FIES.

A renda necessária para obter o benefício é de até 3 salários mínimos por pessoa da família. Em todos os casos, o crédito será proporcional aos ganhos mensais, respeitando-se o patamar mínimo de 50%. E durante a graduação, não é preciso pagar as prestações, mas apenas a parte da mensalidade que não foi coberta — coparticipação.

Quanto aos juros contratados, o programa prevê apenas a correção do poder de compra do dinheiro. Assim, o financiamento é concedido com juros reais zero, ou seja, sem uma remuneração pelo empréstimo dos valores contratados.

Além disso, caso você não esteja empregado depois de se formar, o programa prevê a possibilidade de pagamento mínimo, que terá um valor próximo à coparticipação realizada durante o curso.

Para se ter uma ideia, um curso superior de 5 anos pode ter as mensalidades pagas em até 14 anos, segundo estimativas divulgadas pelo próprio programa. Consequentemente, o peso no orçamento mensal será muito menor, possibilitando o pagamento com certa tranquilidade.

P-FIES

Atualmente, o sistema do FIES também é utilizado para o oferecimento de financiamento estudantil privado, em parceria com os bancos. Os critérios de desempenho no Enem permanecem nesse caso, enquanto o limite de renda sobe para até 5 salários mínimos.

A principal diferença é que os juros contratados estarão abaixo do praticado habitualmente no mercado. Já as regras do financiamento são definidas pela instituição financeira e disponibilizada no site durante o processo seletivo.

Quem recebe até 3 salários mínimos pode concorrer a ambas as modalidades. Nesse caso, a escolha pelo P-FIES somente será validada se você não conseguir a modalidade com juros zero, que é custeada com recursos públicos.

Parcerias e convênios

O programa de convênio possibilita que os contratantes ofereçam descontos em cursos de graduação e pós-graduação como benefício para os funcionários. Normalmente, o incentivo abrange tanto o profissional como seus dependentes até certos limites de idade.

Você pode verificar se o seu contratante está cadastrado pelo site da Uniderp. Se estiver disponível, compareça à unidade para verificar as condições do seu benefício e avaliar os percentuais de desconto.

Iniciação científica

As bolsas de iniciação científica dependem da inclusão em programa de extensão durante a faculdade. Normalmente, isso acontece quando um professor-orientador encaminha o projeto a organizações que fomentam a pesquisa acadêmica, indicando os alunos participantes.

A modalidade, normalmente, confere bolsa no formato de auxílio financeiro, ou seja, uma quantia mensal para auxiliar o custeio da graduação. Entretanto, como contrapartida, é preciso atuar em projeto individual ou coletivo de pesquisa durante a graduação, entregando um trabalho acadêmico.

No Mato Grosso do Sul, você deve ficar atento aos editais publicados pela Fundect e pelo CNPQ. Ambos são órgãos públicos que oferecem esse tipo de oportunidade, sendo o primeiro estadual, e o segundo federal.

Bolsas instituições

Você também pode acompanhar, em cada momento, quais são as ofertas disponibilizadas diretamente pela instituição de ensino superior. Nesse caso, as condições podem variar entre faculdades, sendo necessário verificar os benefícios disponíveis no momento da sua inscrição.

No caso da Uniderp, um exemplo é o Programa Amigo Vale Prêmio. Nele, os alunos matriculados obtêm descontos caso pessoas efetivem a matrícula, utilizando seu voucher ou SMS. No último processo aberto, o valor chegou a R$100,00 por indicação, limitado até o total da mensalidade.

Outra iniciativa é a bolsa incentivo, destinada a pessoas com dificuldades financeiras. Nesse caso, apenas os calouros e novos ingressantes podem concorrer, e a extensão e disponibilidade do benefício são verificadas caso a caso. Para requerer, é só fazer a inscrição no vestibular com essa opção, bem como submeter a documentação solicitada para análise.

Caso você já estude em outra faculdade, a transferência externa pode ser o caminho para obter um excelente desconto nos preços das mensalidades. Com o processo, nos cursos presenciais, a bolsa de estudos é de 50% até a conclusão da faculdade. Basta se dirigir à unidade com a documentação necessária.

Qual é a melhor estratégia para obter uma bolsa em Agronomia?

Diante de inúmeras formas de ingresso tanto de bolsas como de crédito, o mais indicado é você pesquisar cada uma das opções mais a fundo. Comece pelas alternativas com processo online, como Prouni e Fies, depois vá até a unidade para saber mais sobre as condições dos demais benefícios oferecidos pela Uniderp.

Fique atento, ainda, às opções que podem ser combinadas entre si. O FIES, por exemplo, pode ser utilizado para completar a bolsa parcial do Prouni. Confira, portanto, os regulamentos de cada oportunidade, para ver se nenhuma combinação é proibida.

Outra dica é realizar a inscrição em todas as modalidades que estiverem disponíveis e, só após a conclusão das seleções, decidir sobre que bolsa utilizar. Assim, você não corre o risco de perder um benefício enquanto aguarda o resultado de outro, que em tese seria mais favorável.

A prática também vale para a escolha do curso superior. Por exemplo, em boa parte dos programas apresentados, você pode inserir a graduação em Administração da Uniderp como segunda opção. Assim, se não conquistar a bolsa em Agronomia, pode concorrer pelo curso, em que as mensalidades são mais baixas.

Isso também vale caso você tenha mais de uma área de interesse. É muito comum que os estudantes tenham dúvidas sobre cursar Agronomia ou Medicina Veterinária. Logo, você pode se inscrever para ambas e ver quais bolsas oferecem as melhores condições, levando em conta o aspecto financeiro na hora de decidir sobre a faculdade.

Perceba, portanto, que se você se identifica com a Agronomia, não precisa ficar desanimado caso não consiga pagar a mensalidade do curso. Além de existirem diversas bolsas, a busca por um benefício não prejudica a escolha de outra graduação. Vale a pena, portanto, apostar nesse tipo de solução.

Sendo assim, vá atrás da sua bolsa em Agronomia! A área está cheia de oportunidades, empregos e boa remuneração. Além disso, você tem grandes chances de estudar com algum benefício durante a faculdade.

Se quiser tirar dúvidas e fazer a sua inscrição, acesse nossa página do vestibular e dê o primeiro passo para conquistar a sua bolsa!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

bolsas enem
cursos uniderp

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content