Habilidades profissionais: como descrever no currículo?

mão segurando um currículo

As habilidades profissionais correspondem àquilo que efetivamente conseguimos fazer, aplicando o conhecimento. Assim, elas demonstram a compatibilidade com o cargo pretendido e aumentam as chances de conseguir um emprego.

O problema é que, diferentemente da experiência profissional e da formação acadêmica, existem inúmeras opções disponíveis. Assim, é difícil saber o que deve estar no currículo e como fazer uma boa descrição.

Se você tem dúvidas, não deixe de conferir este conteúdo. Abordamos os pontos-chave para apresentar as habilidades profissionais e chamar a atenção dos recrutadores!

Como um currículo influencia no momento de conseguir um emprego?

O currículo profissional é a propaganda do candidato. A partir dele, você dirá ao recrutador que é capaz de atender às necessidades da empresa e entregar resultados, caso seja convocado para exercer a função.

O documento deve passar autoridade e transmitir a mensagem com clareza. Além disso, existe o desafio de ser visto pelo recrutador no processo de triagem, com palavras-chave que capturem a atenção.

Não por acaso, um dos motivos é tomar emprestado a credibilidade da instituição de ensino. Por exemplo, com o diploma da Uniderp, você agrega valores como qualidade do ensino, tradição e conhecimento do mercado de trabalho.

Quais são as habilidades profissionais mais valorizadas?

Com a automação de processos, gestão e produção, as principais habilidades profissionais são as que não podem ser substituídas por máquinas. Veja quatro exemplos.

Autoconfiança

Como um dos grandes desafios das empresas é manter as pessoas produtivas e engajadas, a autoconfiança é uma habilidade profissional relevante, pois facilita a automotivação do profissional, que terá sempre o interesse de entregar serviços de excelência.

Boa comunicação

A comunicação é a base do trabalho atual, que está cada vez mais colaborativo. Além disso, em áreas como Direito e Psicologia, é a atividade principal dos profissionais, que usam da linguagem como ferramenta a fim de gerar resultados para clientes e pacientes.

Proatividade

Já a proatividade é a capacidade de tomar a frente para buscar soluções e lidar com desafios. Na Administração, por exemplo, é muito comum falar em ter a “cabeça de dono” para se referir a essa postura de iniciativa.

Capacidade de aprender

Com a tecnologia, as mudanças são aceleradas com novas soluções de informática, métodos e técnicas. Por isso, em todas as áreas, o aprendizado contínuo tornou-se um requisito para crescer na profissão.

Como descrever essas habilidades no currículo?

O segredo para descrever habilidade profissionais no currículo é inserir informações validadas. A validação ocorre quando existem diplomas, certificados e experiências profissionais que comprovem a existência da aptidão alegada. Veja as principais dicas!

Use o formato de lista

O tópico de habilidades profissionais é bastante resumido. O mais comum é fazer uma lista simples:

  • competências e habilidades
  • proatividade;
  • boa comunicação;
  • autoconfiança;
  • capacidade de aprender.

Alternativamente, você pode associar habilidades e experiências profissionais: “liderança, com experiência à frente de equipes de trabalhos voluntários na instituição x”.

Evite informações genéricas e mentiras

Hoje existem testes comportamentais e técnicas de seleção bastante sofisticadas para avaliar candidatos. Logo, não adianta copiar e colar a descrição de vaga, tampouco inventar habilidades para chamar a atenção.

Procure um diferencial

Dentro da sua formação, tente encontrar habilidades profissionais que não sejam comuns aos demais candidatos. No caso dos alunos da Uniderp, isso pode ser feito pelo Canal Conecta, que traz ferramentas exclusivas para elaborar o currículo e identificar competências relacionadas ao curso.

A seguir, você confere um vídeo bem completo do Canal Conecta com mais dicas para elaborar o seu currículo:

Por que é importante selecionar as habilidades de acordo com a vaga?

A descrição de vaga é o norte. Como o documento é um resumo, precisamos de um critério para separar as informações relevantes, e as necessidades da empresa determinam o que são habilidades profissionais relevantes para aquela oportunidade de emprego específica.

Além disso, os termos utilizados na descrição de vagas, seja, no LinkedIn, seja no portal de empregos, devem estar no currículo. Muitas vezes, a triagem é realizada por software — que, ao identificar palavras-chave, melhorará o seu ranqueamento.

Agora você já conta com boas práticas para colocar as habilidades profissionais no currículo. Elabore um documento personalizado para cada candidatura e acompanhe sempre as competências em alta.

Para conhecer as exigências locais, acesse nosso post sobre o Mercado de trabalho em Campo Grande/MS e complemente a sua leitura!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

cursos uniderp

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.