Devo cursar Engenharia da Computação ou Ciências da Computação?

estudantes de engenharia da computação

Engenharia da Computação ou Ciências da Computação? Ambas estão entre as profissões mais bem-pagas do mercado, mas costumam deixar os estudantes com dúvidas sobre qual é a melhor opção a seguir. A única certeza é o desejo de trabalhar com computadores.

Aliás, a área da tecnologia sempre tem oportunidades no mercado de trabalho em Campo Grande, sendo uma das mais promissoras quando falamos em emprego e em boas colocações. Mas qual delas escolher como curso superior?

Embora os dois cursos tenham semelhanças no nome e em algumas disciplinas, têm propostas diferentes. Resumidamente, Ciências da Computação é mais voltada para software, enquanto a Engenharia da Computação foca hardwares. Quer aprender mais? Continue a leitura e veja os seguintes tópicos:

  • como é o curso de Engenharia da Computação;
  • como funciona a faculdade de Ciências da Computação;
  • qual é a diferença na prática;
  • quais são as áreas de atuação possíveis para cada profissional.

Boa leitura!

Como é o curso de Engenharia da Computação?

O curso de Engenharia da Computação da Uniderp é indicado para quem tem interesse em desenvolver novas tecnologias, além de projetar hardware e sistemas computacionais. Se você tem habilidade com números, gosta de resolver problemas e construir coisas, pode cogitar a área como profissão.

A grade curricular é similar ao que é ensinado em Ciências da Computação. Por isso, algumas faculdades não distinguem uma formação da outra. Aqui no Brasil, as graduações são tratadas de forma diferente, apesar das semelhanças na parte teórica.

Na Engenharia, as disciplinas estudadas incluem:

  • sistemas computacionais e digitais;
  • eletrônica;
  • automação industrial;
  • rede de computadores;
  • banco de dados;
  • linguagem de programação.

Engenheiros da computação podem projetar computadores, integrar sistemas por meio de hardware e software e implementar chips, placas, entre outros dispositivos. O estudo de banco de dados e redes também entra na grade de forma mais secundária.

Sem contar o acesso a laboratórios modernos e com tecnologia de ponta. Assim, os alunos aqui da Uniderp podem colocar todo o conhecimento de sala de aula em prática. A maior diferença é que o foco dos estudos de engenharia está voltado para a produção de peças e de componentes para máquinas ou equipamentos.

Para facilitar o entendimento, resumimos a graduação em Engenharia da Computação em uma palavra: hardware. Mas ela vai além, abrindo portas inclusive para a criação de outros tipos de máquinas, como robôs.

A faculdade de Engenharia da Computação tem, em média, duração de cinco anos. A remuneração média do profissional é de R$ 6.526 no Brasil.

Como funciona a faculdade de Ciências da Computação?

O curso de Ciências da Computação da Uniderp, por sua vez, é a escolha certa para quem quer focar análise, projeto, implementação e manutenção de sistemas de informática. Se você tem um bom raciocínio lógico, perfil inovador e gosta de cálculos, sua futura profissão pode estar aqui.

A grade curricular é direcionada para o desenvolvimento de softwares, aplicativos, entre outras ferramentas para computadores e dispositivos móveis. A parte teórica também conta com aulas de linguagem de programação, bem como sua evolução, técnicas de desenvolvimento e outras disciplinas relacionadas:

  • matemática, cálculos e algoritmos;
  • fundamentos da computação;
  • redes e sistemas;
  • banco de dados;
  • computação gráfica;
  • gestão de projetos.

Para facilitar, seguindo o mesmo raciocínio que utilizamos para descrever a Engenharia da Computação em uma palavra, o foco das Ciências da Computação é no software. Desde os mais básicos até outros com alto grau de complexidade, dependendo das necessidades dos usuários.

A faculdade de Ciências da Computação tem duração entre quatro e cinco anos. A média salarial é bem próxima à de um engenheiro: R$ 7.059,77 para um pesquisador na área.

Qual é a diferença na prática?

Os dois cursos abordam temas similares em suas grades curriculares, como linguagem de programação e cálculos. A principal diferença entre Engenharia e Ciências da Computação vem da palavra única que usamos para separar as duas graduações. Enquanto a primeira lida com hardware, a segunda tem o foco voltado para software.

Então, ao escolher Ciências da Computação, você estudará fundamentos e teorias de computação, além de linguagens da programação. É a área para quem quer desenvolver jogos, criar aplicativos ou apostar em suas próprias soluções.

Se o caminho for Engenharia da Computação, sua atenção estará voltada para a parte elétrica e eletrônica, placas e circuitos. É o curso ideal para aqueles que desejam atuar no campo da robótica ou da Internet das Coisas (IoT), desenvolvendo casas, carros e objetos inteligentes.

Quais são as áreas de atuação possíveis para cada profissional?

Entre as possibilidades de atuação para os engenheiros da computação, o destaque fica por conta da automação industrial e residencial, além da robótica. Os profissionais também podem atuar em outras áreas como:

  • implementação de redes e análise de banco de dados;
  • desenvolvimento de software e de hardware;
  • tecnologias como Big Data, inteligência artificial, IoT, cloud computing;
  • suporte técnico para empresas.

Já para os graduados em Ciências da Computação, as oportunidades estão em empresas de desenvolvimento ou na área de pesquisa científica. Aliás, como o curso tem forte embasamento teórico e uma diversidade de conhecimentos, o mercado de trabalho é amplo e tem espaço até para trabalhar de forma autônoma.

Sem contar que todas as empresas — de pequeno a grande porte — precisam de uma boa estrutura de Tecnologia da Informação (TI). Portanto, o curso prepara os alunos para resolverem problemas reais por meio de soluções de computação:

  • segurança da informação e banco de dados;
  • estrutura de redes e sistemas computacionais;
  • engenharia de software;
  • pesquisa para o desenvolvimento de novas aplicações em TI (sistemas diversos, aplicativos etc.).

Além disso, se tiver curiosidade de conhecer as vagas disponíveis para as duas áreas, você pode acessar o Canal Conecta. Com foco no mercado de trabalho, o site conecta os alunos da Uniderp às melhores empresas para trabalhar em Campo Grande.

Independentemente da escolha, ambos exigem muita disciplina e dedicação. Assim como há várias oportunidades no mercado, as empresas são exigentes em relação à qualificação profissional. Por isso, é importante se preparar. Pesquise sobre as formas de ingresso em uma boa faculdade e, depois de formado, busque atualização constante na área da tecnologia.

Engenharia da Computação ou Ciências da Computação? Ao conduzir sua leitura até aqui, nós esperamos ter esclarecido todas as dúvidas sobre esses dois cursos tão promissores. Se ainda não tem certeza sobre qual caminho seguir, você pode conversar com alunos ou ex-alunos, procurar professores e coordenadores dos cursos ou agendar uma visita à faculdade. Quanto mais informações tiver, mais segura será a sua decisão.

Já sabe qual graduação escolher? Entre em contato com a Uniderp para conhecer mais a fundo o currículo de cada curso e alinhar suas expectativas.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

cursos uniderp

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.