Entenda o papel do nutricionista ao fazer uma avaliação nutricional

estudantes de nutrição

Quem já se consultou com um bom nutricionista ou trabalha nessa área sabe muito bem o que é uma avaliação nutricional. Porém, nem todas as pessoas podem afirmar que conhecem o assunto.

Vamos descobrir um pouco mais sobre esse universo? Continue lendo o texto para ficar por dentro, principalmente se você tem interesse em fazer faculdade de Nutrição em Campo Grande.

O que é a avaliação nutricional?

Essa é uma das principais avaliações realizadas por um profissional da área da Nutrologia ou Nutrição. Sua finalidade é fazer um diagnóstico do estado nutricional de cada paciente para saber como intervir na sua alimentação, pensando sempre em saúde e em bem-estar.

Afinal, as pessoas procuram um nutricionista por motivos diversos. Algumas precisam melhorar a alimentação a fim de recuperar uma condição mais saudável para o corpo; existem aquelas que necessitam de ajuda para lidar com uma doença específica; e também quem deseja receber uma orientação para variar a rotina alimentar preservando a saúde, entre outras possibilidades.

Independentemente do objetivo, o início de qualquer um desses processos passa pela avaliação nutricional. Esse é o método usado para que o profissional consiga analisar os casos de forma individual, conhecendo as carências e os excessos de cada um que chega ao consultório.

Como é feita essa avaliação?

Se a dúvida é como fazer uma avaliação nutricional, saiba que um diagnóstico como esse nunca é feito somente pelo peso corporal. Ou seja, para saber se a pessoa está acima do peso e precisa fazer uma dieta ou não, o peso não é a única variável considerada.

Sim! Ao contrário do que muita gente pensa, subir na balança pode ser uma das atividades envolvidas na avaliação nutricional, mas não a única.

Em geral, são utilizados métodos diretos e indiretos para chegar ao resultado final, ambos aprendidos ao longo da graduação em Nutrição.

Os diretos incluem exames laboratoriais (por isso é tão comum pedir a realização do exame de sangue), antropométricos (como medição de peso, da altura e das dobras cutâneas) e outros como a bioimpedância, que mede fatores como a porcentagem de gordura, de ossos e de água no corpo.

Já os meios indiretos servem para completar a avaliação e normalmente são escolhidos por cada profissional. Um exemplo deles é o inquérito alimentar, quando o paciente descreve a sua alimentação diária para informar o nutricionista sobre seus hábitos.

Uma boa anamnese também ajuda na compreensão de todos os fatos, sobretudo quando há doenças preexistentes e relatos de intolerância ou de desconforto alimentar.

Qual é a sua importância na atuação do nutricionista?

A reunião de todas as informações conseguidas no processo de avaliação nutricional é o ponto de partida para a atuação do nutricionista. Somente diante desses dados é possível analisar o estado do paciente e pensar em estratégias para favorecer a sua saúde, oferecendo a melhor orientação a cada caso.

É claro que os quadros podem se repetir, mas o tratamento deve ser sempre personalizado de acordo com as necessidades e o estilo de vida da pessoa. Vale lembrar que a avaliação nutricional pode ser repetida de tempos em tempos para o acompanhamento dos resultados.

Se é a primeira vez que o cliente marca uma consulta com um nutricionista, e ele não faz nenhuma avaliação, haverá desconfiança. Afinal, a prescrição de uma dieta alimentar ou de qualquer recomendação não pode ser feita sem essa análise primária, sendo uma etapa essencial aprendida durante o curso superior de Nutrição.

Por que o nutricionista é indispensável na avaliação nutricional?

O conhecimento do nutricionista é certamente o maior diferencial para analisar os dados obtidos em todas as etapas da avaliação nutricional. Outra pessoa não seria capaz de considerar esse conjunto de particularidades, por mais que entenda um pouco de alimentação saudável ou do funcionamento do organismo.

Durante a curso de Nutrição, o aluno estuda não só o corpo humano como a composição dos alimentos e seus possíveis efeitos para a saúde. O entendimento macro e micro da situação é essencial para um atendimento de qualidade.

Portanto, os profissionais sérios sempre incluem a avaliação nutricional como parte do tratamento oferecido aos pacientes. Saiba que o compromisso com a ética profissional é um dos maiores diferenciais para conquistar o mercado de trabalho em Campo Grande ou em qualquer outro lugar! Aliás, os alunos aqui da Uniderp têm a vantagem exclusiva de ficar de olho no Canal Conecta para conferir as vagas disponíveis em sua região.

Gostou de conhecer mais sobre este tema? Então, aproveite para fazer a sua inscrição no nosso vestibular e dar um grande passo na construção da sua carreira como nutricionista.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

cursos uniderp

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.