O que faz um geriatra? Uma Visão completa sobre a especialidade

O que faz um geriatra Uniderp

Inscrições para o vestibular do curso de Medicina 2024.2

A medicina é um campo vasto e cheio de especialidades, cada uma com seu foco e público-alvo. Entre essas especialidades, a geriatria se destaca por sua abordagem integral e humanizada ao cuidado com o idoso.

Se você é um vestibulando de medicina, entender o papel de um geriatra e o que essa especialidade envolve pode ser um passo crucial na definição do seu futuro profissional. Neste artigo, iremos explorar o que faz um geriatra, quais são as suas áreas de atuação e como se tornar um especialista nessa área.

O que é geriatria?

Antes de falarmos sobre o papel do geriatra, é importante entendermos o que é a geriatria. De forma resumida, essa é a especialidade médica que se dedica ao cuidado com o idoso e ao envelhecimento saudável. Ela abrange diversas áreas da medicina, como neurologia, cardiologia, endocrinologia, psiquiatria e gerontologia.

A geriatria não deve ser confundida com a Gerontologia, que é uma área de estudo multidisciplinar sobre o processo de envelhecimento. Enquanto a geriatria é focada no cuidado médico do idoso, a Gerontologia aborda esse processo sob diversos aspectos sociais, psicológicos e biológicos.

O que faz um geriatra?

O geriatra é o médico especializado no cuidado da saúde da população idosa. Este profissional possui um conhecimento aprofundado sobre os processos de envelhecimento e as doenças que comumente afetam as pessoas nesta faixa etária. 

O trabalho do geriatra vai muito além de tratar doenças; ele tem a missão de promover um envelhecimento saudável, prevenindo complicações e melhorando a qualidade de vida de seus pacientes.

Quais são as principais funções de um geriatra?

Avaliação geriátrica ampla

Esta é uma das ferramentas principais na atuação do geriatra. Trata-se de uma avaliação detalhada que observa não somente aspectos físicos, mas também cognitivos, emocionais, sociais e funcionais do idoso. O objetivo é entender o cenário completo da saúde do paciente para desenvolver um plano de cuidados personalizado.

Manejo de condições crônicas

Muitos idosos convivem com doenças crônicas como diabetes, hipertensão e artrite. O geriatra trabalha não só para tratar essas condições, mas também para ajustar os tratamentos de modo a evitar interações medicamentosas prejudiciais e outros riscos à saúde.

Prevenção e tratamento de doenças geriátricas específicas

Doenças como demência, osteoporose, incontinência urinária, entre outras, são mais prevalentes na terceira idade. O geriatra possui a expertise para diagnosticar, tratar e orientar pacientes e familiares sobre essas condições.

Tour virtual medicina banner

Suporte a familiares e cuidadores

A geriatria reconhece a importância do suporte aos familiares e cuidadores dos idosos. Isso inclui oferecer orientações sobre como melhor cuidar do idoso, além de abordar questões emocionais relacionadas ao cuidado e ao processo de envelhecimento.

Promoção de um envelhecimento ativo e saudável

Os geriatras são grandes defensores da manutenção da atividade física e mental, da alimentação balanceada e de um estilo de vida saudável como meio de promover um envelhecimento ativo e reduzir os riscos de doenças.

Por que considerar a geriatria?

A geriatria é uma especialidade médica que oferece a oportunidade de fazer a diferença na vida das pessoas em uma fase em que o cuidado humanizado faz toda a diferença. 

Além disso, com o envelhecimento da população brasileira, a demanda por profissionais especializados no atendimento ao idoso está em crescimento, o que faz desta uma área com grandes perspectivas profissionais.

Como se especializar em geriatria?

Para se tornar um geriatra, é necessário concluir a graduação em medicina e realizar uma residência médica em geriatria, com duração de dois anos. Após a conclusão da residência, é possível se especializar ainda mais em áreas específicas dentro da geriatria através de cursos de pós-graduação e de atualização.

A geriatria é uma especialidade dinâmica, que exige constante aprimoramento e atualização por parte do profissional. Portanto, além das formações acadêmicas formais, é importante participar de congressos, cursos e eventos relacionados à área para se manter sempre atualizado nas melhores práticas e tecnologias.

Conclusão

A geriatria é uma especialidade desafiadora, mas extremamente gratificante, que permite ao médico acompanhar seus pacientes de maneira integral, oferecendo não apenas tratamento, mas também orientação, prevenção e um olhar atento ao bem-estar geral do idoso. Para os vestibulandos de medicina interessados em fazer a diferença na vida das pessoas e desejosos por uma carreira repleta de significado, a geriatria pode ser o caminho a seguir.

Se você está no caminho para se tornar um médico e busca uma especialidade com grande impacto social, amplo conhecimento médico e a chance de construir relacionamentos duradouros com pacientes, a geriatria espera por você.

Inicie sua jornada rumo a carreira médica na faculdade de medicina na Uniderp!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Artigos relacionados