Engenharia Agronômica ou Agronomia? Entenda as diferenças

engenharia agronomica ou agronomia entenda as diferencas

Você está na dúvida se deve cursar Engenharia Agronômica ou Agronomia? Apesar de terem nomes parecidos, cada um desses cursos tem formas de atuação profissional com papéis diferentes. Por isso, é importante compreendê-los antes de selecionar o ideal para você.

O Brasil é um país agro, com diversos produtos de exportação, e o setor agrícola é um dos principais na movimentação da economia. Esse alto desempenho também reflete na oferta de empregos; por isso os cursos da área são tão procurados pelos estudantes.

A melhor forma de decidir qual graduação fazer é pesquisando bastante. Pensando nisso, preparamos este artigo para você conhecer as diferenças entre os cursos e decidir entre Engenharia ou Agronomia. Confira!

Como é a faculdade de Engenharia Agronômica?

A faculdade de Engenharia Agronômica tem duração de 5 anos, e o curso é oferecido na modalidade Bacharelado. Durante a graduação, os alunos aprofundam o conhecimento em assuntos como produção vegetal e animal, mecanização agrícola, composição do solo, combate a pragas, adubação, irrigação, melhoramento genético, sustentabilidade, clima, negócios, entre outros.

O curso tem uma alta carga horária de atividades práticas, e muitas delas acontecem em campo. Com relação às disciplinas teóricas, os estudantes têm aulas de física, química, melhoramento de sementes, microbiologia, produção e processamento de alimentos, nutrição de animais e produção de plantas.

Para atuar como engenheiro agrônomo, o profissional deve se graduar em uma faculdade de Engenharia Agronômica em uma instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Depois, é necessário ir ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do seu estado e tirar o registro.

O mercado de trabalho para quem se forma nessa área está basicamente nas indústrias e no campo. Entre as principais atividades do engenheiro agronômico estão:

  • atuar no planejamento das principais atividades agrônomas, conduzindo o preparo e o cultivo do solo, o controle de pragas e a colheita;
  • trabalhar no controle ambiental;
  • organizar o estoque e a distribuição de produtos;
  • atuar com processamento de alimentos de origem vegetal ou animal;
  • desenvolver métodos e equipamentos de otimização da produção;
  • pesquisar novos produtos;
  • gerenciar pessoas e fiscalizar serviços técnicos e obras.

Como funciona a graduação em Agronomia?

A faculdade de Agronomia da Uniderp tem duração de cinco anos e, ao finalizar o curso, você recebe o título de Bacharel em Agronomia. A grade curricular conta com matérias básicas, como biologia, administração, física, química e matemática, além de disciplinas mais técnicas voltadas à profissionalização dos estudantes, que facilitam a compreensão dos fenômenos da natureza e dos princípios que envolvem as plantas, o solo e a vida animal.

Além das disciplinas, é importante iniciar a etapa de estágio, em geral a partir do 8° ou 9° semestre. Por ser uma atividade obrigatória e fundamental para a formação do profissional, a própria faculdade reduz a carga horária de aulas a partir do 4° ano, de forma que todos os alunos possam conciliar os estudos com o estágio.

Além de ser útil pelo aprendizado, essa atividade é uma excelente oportunidade de adquirir experiência profissional e, até mesmo, de conseguir o primeiro emprego. Outro ponto importante é que o curso também inclui na grade a elaboração de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Esse trabalho busca explorar um ponto relevante dentro da área, sendo que cada estudante pode escolher a questão que lhe interessa mais. Para isso, ele conta com o auxílio de um orientador para encontrar bibliografia relevante e para discutir e refletir sobre o assunto antes de escrever o texto.

Mercado de trabalho

Os agrônomos não terão dificuldades de encontrar emprego no futuro próximo. Em Campo Grande, por exemplo, o mercado de trabalho é aquecido para esse setor, pois aqui a expansão agrícola é uma realidade, e boa parte dos produtos produzidos são destinados à exportação. Por isso, é importante ter uma boa gestão por parte da equipe agrônoma.

Depois de formado, existem muitos caminhos para o agrônomo — e essa é uma grande vantagem. Além de poder atuar em diversos tipos de empresas, o curso também dá uma boa base para trabalhar como empreendedor e autônomo.

A faculdade de Agronomia traz uma visão ampla de mundo e prepara o profissional para o mercado de trabalho, desde a fase inicial do curso até o estágio. Tudo isso torna o egresso muito mais competitivo e capaz de contornar desafios de diversas áreas.

Entre as principais atividades que um agrônomo pode desempenhar estão:

  • administrar propriedades rurais;
  • atuar na indústria de alimentos;
  • fazer pesquisa acadêmica;
  • verificar topografia;
  • fazer geoprocessamento;
  • analisar o mercado e ser um consultor especializado;
  • lidar com insumos e implementos;
  • trabalhar na indústria de equipamentos e insumos rurais;
  • gerenciar a reprodução de rebanhos;
  • fazer gestão da sustentabilidade;
  • avaliar problemas ligados à defesa sanitária;
  • controlar a qualidade da produção agroindustrial;
  • entre muitas outras opções.

Qual opção é mais vantajosa?

Decidir qual curso fazer não é tarefa simples. Quando a dúvida é entre Engenharia ou Agronomia, a decisão é ainda mais difícil, pois os dois cursos apresentam boas perspectivas para o mercado de trabalho.

No entanto, o agrônomo compreende melhor o valor do meio ambiente e deve se sentir confortável no campo. Sempre atento à gestão correta dos recursos naturais, esse profissional é inovador e criativo no momento de propor e realizar ações sustentáveis para o desenvolvimento do seu trabalho.

Também é importante ter facilidade para liderar e trabalhar em conjunto com equipes grandes e multidisciplinares. Dessa forma, a faculdade de Agronomia pode orientar sua carreira profissional além do agronegócio e da administração, já que seus conhecimentos são cada vez mais exigidos em empresas de diferentes áreas.

Se optar pela Agronomia, você poderá ocupar cargos de planejamento e gestão. Por isso, pesquise bem antes de decidir qual carreira combina mais com o seu perfil pessoal e profissional!

O Brasil é um país de tradição na produção agrícola e de rebanhos. Se você tem interesse em trabalhar no setor agrícola, é comum ficar na dúvida entre cursar Engenharia Agronômica ou Agronomia. A segunda opção é tida como a mais vantajosa, devido à maior variedade de possibilidades de atuação e também no que diz respeito à demanda no mercado brasileiro.

Curtiu o conteúdo? Aproveite sua visita aqui no blog e continue se informando sobre outras possibilidades de atuação em Campo Grande com nossos artigos!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.1 / 5. Número de votos: 52

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

bolsas enem
cursos uniderp

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content